A boa relação entre UX e otimização de sites

Ter um um site otimizado e com uma excelente UX pode fazer bastante diferença para quem decide aumentar os lucros através da web.

Não sabe o que seria um site otimizado? Não faz ideia do que é UX e como isso pode afetar seus negócios? Bem, então esse post foi realmente feito para você — continue lendo e saiba mais!

Otimizar bem para otimizar sempre!

Como já dissemos aqui, a otimização (ou SEO — Search Engine Optimization) diz respeito a algumas técnicas que podem ser aplicadas em sites e em blogs para tentar subir aquele endereço nas posições dos resultados de busca do Google, podendo causar grande impacto em um negócio.

Só que algumas dessas técnicas têm a ver com o marketing de conteúdo (como a criação de posts para blogs e materiais ricos), outras com TI (como hospedar o site em um bom servidor).

E outras com uma boa UX (User Experience, ou experiência do usuário). Nesse caso, são técnicas que fazem muita diferença para os resultados de uma empresa online, mas que acaba muitas vezes sendo deixadas de lado.

O que é uma boa UX?

Mas o que seria uma “boa UX”? Ora, UX tem a ver, como diz o nome, com a experiência que o usuário tem com sua página: como ele navega por cada tela, como encontra as informações que procura por ali, como os elementos da página interagem com ele, e até mesmo como o site se comporta em seu aparelho, seja ele um celular, um tablet ou um computador.

Portanto, um site com uma boa UX funcionaria corretamente em qualquer dispositivo, não deixaria o visitante perdido em suas telas e, acima de tudo, faria com que a maior parte das pessoas sentisse interesse em comprar por ali.

Como criar essa boa experiência?

Esse é um tema bastante amplo, mas alguns pontos importantes podem ser destacados para você conferir se o seu e-commerce está de acordo com eles.

São eles:

  • Suas páginas levam menos de 2 segundos para abrir?
  • Os itens do seu menu são de fácil entendimento?
  • Os seus botões de ação (“comprar”, “assinar” etc.) estão bem posicionados na tela?
  • Esses mesmos botões de ação estão escritos com palavras de fácil entendimento?
  • A navegação do seu site é parecida com a de outros sites que as pessoas estão acostumadas a navegar?
  • Seu site é responsivo?
  • Se a resposta for “sim” para todas as perguntas, você está em um bom caminho.

Qual a relação entre experiência do usuário e o ranking do Google?

Agora, por que o UX influencia na otimização de um site no ranking do Google? Primeiro porque o tempo de carregamento das páginas é um dos fatores que o Google leva em conta na hora de rankear seus resultados.

Segundo porque, desde abril de 2015, esse gigante da web tem priorizado nas buscas os sites que sejam mobile-friendly — que é outra maneira de dizer “responsivos”. E, por último, podemos dizer que sites com boa UX atraem e deixam os usuários por mais tempo por ali; algo que, além de contar para o Google, ajuda aquelas páginas a serem mais divulgadas pela internet.

Como você viu por aqui, ter um site otimizado ajuda a sua marca a se destacar na web e ainda faz com que, por meio da UX, seus usuários não se percam dentro das páginas, aumentando (e muito) os resultados. Portanto, sua empresa só tem a lucrar com essa otimização.

Compartilhe: